19/10/2019

Zero Waste: comida e produtos a granel

Maltinha!
Uma das perguntas mais comuns é sobre onde compro comida e outros produtos como pasta de dentes ou detergente para a roupa. De tudo o que me ajuda a produzir o menor desperdício possível. 
Pensando no que consumimos regularmente é complicado comprar tudo no mesmo sítio. Notamos que compramos cada vez menos em grandes superfícies. E que a comida sabe melhor devido à sua origem natural e biológica.

Hashtag Granel: arroz, massa, especiarias.
Nesta loja, na estrada de Benfica, compramos massa, lentilhas, caril, pimenta e açúcar de côco a granel. O arroz também o compramos aqui, de produção portuguesa e com certificados de produção orgânica embalado em saco de papelão de 2kg. Além disso começámos a levar as embalagens vazias para comprar detergente e amaciador para a roupa e detergente para lavar chão/outras superfícies. São produtos feitos com óleos reciclados e que não danificam o ambiente. Ou seja, as nossas descargas da máquina de loiça ou de roupa não vai libertar químicos tóxicos para os rios e mares. Yeay!
Também têm escovas de dentes de bambu, discos desmaquilhantes, desodorizante e protetor solar natural, copo menstrual e até champoo e condicionador a granel (para vários tipos de cabelo). 

Maria Granel: Chá, doces, chocolate, pastilhas dentífricas.
Esta é a segunda loja de venda a granel que está sempre na nossa rota. Atenção que a Hashtag também tem estes produtos, mas sempre os adquirimos na Maria Granel e ficámos fãs destes fornecedores específicos. 
O chá de hibisco é incrível, adoramos os doces (amêndoas caramelizadas) e vários tipos de chocolates. As pastilhas dentífricas compramos sempre aqui. Já tinha partilhado que a pasta dentífrica foi uma das substituições mais complicada, mas achámos esta alternativa que adoramos. Cada compra são 100gr de Denttabs que nos duram cerca de 3 meses. Muito mais do que pasta dentífrica, com uma pegada ecológica mínima e uma higiene oral irrepreensível com hálito a mentol.

Lush: Champoo, amaciador, sabonetes, máscaras de cabelo/rosto.
A Lush nas Amoreiras é o ponto de eleição para champoo sólido. Acho que já experimentámos todos e temos os nossos favoritos. Além do amaciador, compramos também sabonete para usar no duche e no lava-mãos. Também têm sabonete esfoliante e máscara para o cabelo incríveis. 
A loja tem produção vegan, não testam em animais e usa ingredientes naturais. Um bónus são as amostras que nos oferecem em cada compra. Vamos experimentando produtos novos e temos sempre sabonete extra.
Na loja online podem achar maquilhagem sem embalagem: bases, sombras, iluminadores, corretores.

Feira do Relógio: legumes, fruta, ervas aromáticas, azeitonas, sementes de chia, leguminosas.
Todos os domingos, o ano inteiro, a partir das 6h da manhã a Avenida Santo Condestável em Lisboa fecha e os feirantes instalam as suas carrinhas e produtos à espera da clientela. Eu adoro ir ao mercado! Levo sacos de pano, frascos de vidro e compro produtos nacionais, dentro da época, a granel e com preços imbatíveis. No domingo passado, pagámos 1€ por quase 1kg de espinafres. O senhor que vende azeitonas já me conhece e enche os frasquinhos adicionando um pouco de água depois de pesar para conservar melhor. Compramos grão de bico com um saco de pano e a vendedora retira o peso do saco. Ninguém quer saber se levamos saco de pano ou um frasco e trazemos a mochila cheia de ingredientes para caril, estufado, assados.
Podem comprar também queijo, enchidos, bacalhau, caracóis, panelas, roupa, calçado e inclusive almoçar por lá nas roulotes e padeiros (*saudades de comer pão com chouriço*).

Pingo Doce: enlatados, fruta, legumes, farinha.
O Pingo Doce é o nosso supermercado de bairro então é onde compramos os extras que não existem a granel ou que precisamos durante a semana para desenrascar. Fruta e legumes quando temos de desenrascar e só compramos se forem produtos nacionais e de época. Nada de comprar laranja espanhola ou maçãs do Brasil, lamento. Compramos pickles, atum em água e as farinhas Nacional para fazer pão na nossa máquina do LIDL. E todos os meses uns bons quilos de areia para os gatos embalada em papel. A ocasional caixa de gelados (sem invólucros de plástico) também vem do Pingo Doce. 

Como podem ver não compramos carne. Recentemente, o maridão deixou de comer peixe e agora é vegetariano. Eu continuo a consumir mas muito raramente e de modo mais sustentável possível.
Se tiverem dúvidas sobre algo que não mencionei aqui também podem perguntar. Tentarei adicionar ou pesquisar para vos dar alguma solução.

Waste

Sem comentários:

Publicar um comentário

Qualquer comentário no blog será moderado por mim. Obrigada pelas tuas palavras e visita ao By Silver! :)